marcelo_demitido_Cruzeiro

Colhemos o que plantamos

Muitas pessoas dizem que nós colhemos o que plantamos. Mas, ao mesmo tempo, outras tantas pessoas querem colher antes de terem plantado (ou fora do tempo da colheita). É necessário ter paciência. Há ciclos, alguns exigem menos tempo, outros meses, talvez anos, mas sem paciência e convicção no que se está fazendo toda a colheita é perdida.

No início do ano, o Cruzeiro tinha acabado de bater recordes “de produção”, mas, devido ao sucesso do “empreendimento”, teve que exportar alguns dos principais responsáveis pelo sucesso do “produto”. Era hora de plantar novamente, com planejamento, metodologia e profissionalismo para, então, poder colher novamente.

No entanto, tudo foi conduzido de maneira errada. Contratações erradas, discursos pífios, contradições e desorganização interna culminaram em uma injustíssima demissão do técnico Marcelo Oliveira. Marcelo, um treinador de ponta, campeão ontem pela primeira vez da Copa do Brasil e que já recusou propostas milionárias para continuar um projeto no Cruzeiro.

Colhemos então a mediocridade, pelo mau planejamento feito por Gilvan e seus assessores. Com Luxa, iríamos para a segunda divisão. Com a força e ímpeto da torcida, o presidente teimoso foi obrigado a atender algumas reivindicações. A primeira, lógico, era a saída de Luxa e Tinoco. A segunda, um maior poder de decisão ao perspicaz Bruno Vincintin. Vieram Mano e Thiago Scuro para ocupar os lugares de Luca e Tinoco, e a esperança se reacendeu logo de cara, com o Mineirão voltando a pulsar a energia da Maior de Minas, de um jeito único.

Poucos solos do mundo são tão férteis como o do Cruzeiro. O rápido encaixe do time em 2013 e agora com o Mano é uma prova viva disso. Quando a diretoria prepara os ingredientes necessários para que o time flua, atuando com profissionalismo e métodos, o time tem tudo para engrenar. O cruzeirense já sonhava com 2016, quando os chineses, que já levaram Ricardo Goulart e nos trouxeram Paulo André, chegaram pra levar o Mano e jogaram um balde de água gelada.

Desta vez, ao contrário do primeiro semestre, tenho plena confiança nesta diretoria que encontrará um nome capaz de dar continuidade ao bom trabalho de Mano e aprimorá-lo em 2016. É necessário então esperarmos e confiarmos que, mais uma vez, a semente irá germinar e gerar bons frutos. Algo de bom está sendo plantado, vamos continuar nutrindo este projeto com muita esperança.

Por: Thalvanes Guimarães

 Sugestão: Conheça o site MineCraft.br.com – Minecraft é um jogo para construir qualquer coisa que você possa imaginar