96 anos de Cruzeiro e 8 anos de Guerreiro dos Gramados

Hoje é dia de festa! No mesmo dia, celebramos o nascimento de um dos mais jovens clubes grandes do país e também de um dos mais antigos portais que realiza a cobertura do seu dia-a-dia.

Cruzeiro e Guerreiro dos Gramados são, ambos, do dia 02 de Janeiro. O primeiro, ainda Palestra Itália, surgiu em 1921. O segundo, carregando no nome o orgulho de tantas conquistas da agremiação, em 2009.

Quando o Palestra Itália surgiu, o Campeonato da Cidade de Belo Horizonte já tinha sido disputado cinco vezes. Atlético e América dividiam os títulos da competição, que antecedeu a criação do Campeonato Mineiro e é reconhecida pela FMF como o estadual, e caberia ao Palestra Itália mudar esta história. Foram três vice-campeonatos até o título de 1926. E entre 1928 e 1930, o Palestra obteve o seu primeiro tricampeonato. Iniciando sua trajetória vencedora.

Quando o Guerreiro dos Gramados surgiu, o universo da Internet era bastante diferente. Nosso principal canal de divulgação era o Orkut, especialmente na página do Cruzeiro na rede social. Buscávamos nos destacar no meio daquela infinidade de posts, vários deles tratando dos mesmos assuntos. Conseguíamos! E fomos crescendo, crescendo…

Os anos 30, 40 e 50 foram anos de afirmação para o Cruzeiro. Com a mudança de nome em função de um decreto do então presidente Getúlio Vargas em 1941, as cinco estrelas passaram a ser o símbolo máximo da agremiação. Os títulos não eram raros, mas também não tão abundantes quanto passariam a ser com a criação do Mineirão.

De 2009 a 2012, o Guerreiro dos Gramados também se afirmava. Se destacar no universo de blogs e sites cruzeirenses nunca foi fácil. Batalhamos bastante. Colunas diárias, notícias em velocidade considerável, cobertura dos jogos no Mineirão e mesmo no exterior pela TV Guerreiro dos Gramados. Neste período, a China Azul começa a consolidar a percepção de que o Guerreiro dos Gramados era um dos mais qualificados espaços de debate e diálogo sobre tudo que se passava no Cruzeiro.

Com a criação do Mineirão em 1965, o Cruzeiro se afirmou definitivamente como a maior força futebolística de Minas Gerais. A partir de 1966, aliás, se colocaria entre as principais forças do país. E em 1976, com a primeira Libertadores, inauguraria sua lista de títulos continentais que, até hoje, sustentam a Raposa como uma das maiores forças da América do Sul.

Com a criação da Rádio GDG em 2012, o Guerreiro dos Gramados assumiu de vez um espaço pioneiro e o seu lugar na cobertura do clube cinco estrelas. Pela nossa mesa de debates, passaram nomes da diretoria, da comissão técnica, jornalistas, atletas e ex-jogadores. Às segundas-feiras, o horário das 21 horas ganhou a mais antiga mesa redonda que trata, única e exclusivamente, de Cruzeiro. E é o seu reconhecimento que nos faz continuar nesta empreitada e renovar este compromisso mais uma vez.

Pelo Cruzeiro, passaram nomes como Niginho, Tostão, Dirceu Lopes, Marcelo Ramos, Alex, Fábio, Everton Ribeiro e Ricardo Goulart (e isto não é 5% do que poderíamos listar). Pelo Guerreiro dos Gramados, jornalistas que hoje estão nas redações do Hoje em Dia, do Superesportes, do próprio Cruzeiro (e também do seu marketing), dentre vários outros sucessos profissionais. Gente que aqui demonstrou pela primeira vez o seu talento e que nos enchem de orgulho em ser, reconhecidamente, um espaço de formação e de produção de conteúdo de qualidade.

Em 2017, como é de costume, nossa equipe certamente apresentará novos nomes a você, caro leitor. Talvez um dos nomes até seja o seu! O Guerreiro dos Gramados sempre esteve de portas abertas para a publicação de variadas opiniões, seja textualmente, seja através da rádio. Também para a produção de artes gráficas, para auxílio na técnica da rádio e tantas outras funções que são fundamentais para que sigamos ocupando o espaço que conquistamos com muita gente empenhada em ajudar simplesmente pelo amor ao clube e a vontade de poder partilhar com a China Azul um pouco das suas opiniões e do seu trabalho.

Os mais de 544 mil seguidores no Facebook, os 43 mil no Twitter e os pouco mais de 2 mil e 500 no Instagram, nossa mais recente empreitada, são espelhos da nossa missão e do reconhecimento que alcançamos. Mas que só existe por causa de você, nobre leitor e colaborador!

Hoje comemoramos! Mas nós, da equipe do Guerreiro dos Gramados, também fazemos questão de dizer: Muito obrigado!

Por: João Henrique Castro